Assuntos em Destaque

Calça clochard

Calça Clochard voltou com tudo, mas voltou repaginada lá dos anos 80; mais descolada, ela tem um formato mais largo nos quadris e vai afinando nas pernas, elas são de cintura alta e geralmente um cinto acompanha a peça.
Pode ser usada de várias maneiras:
Blusas de todos os tipos:
- Camisas ficam lindas e o look pode ficar mais formal, próprio para o ambiente de trabalho, aqui, vale um scarpin, um sapato com salto. Também pode ser usada com sandálias de tiras nos tornozelos, super combina para um happy hour, não esqueça de sempre colocar a camisa toda para dentro da calça.

 
 
.

- Tshirt, as lisas ou as com estampas fun(divertidas), regata, cropped, blusa ombro a ombro, body , blusas mais coladinhas equilibram o visual mais larguinho da calça, mas não é regra, pois como a cintura é bem justinha, as blusas larguinhas colocadas por dentro da calça ficam show. Esse visual é ideal para os finais de semana ou eventos informais, use com um tênis, rasteirinhas ou alguma flat(sapato sem salto), um saltinho também vale.

 
 
.

- Terceira peça, sim, sempre agrega estilo e aquece, então, use sem medo, por exemplo: um colete, uma jaqueta, casacos, blazers.

 
 
Como usar body

Os looks com body são os mais vistos ultimamente, inspirado nos colantes de ballet, ou nos maios das academias, eles funcionam como uma blusa bem justinha, que adere ao corpo.
Ele pode aparecer em vários tecidos e de diferentes maneiras: com aplicações de tule, renda, pedraria, correntes, decotados, com amarrações...
Body é uma peça sexy e elegante, ele sempre vai chamar a atenção para o corpo.
A grande dúvida é, com o que usar? Para ficar um look equilibrado, ele pode ser usado com uma parte de baixo mais larguinha, uma saia, uma pantalona. Mas com certeza o look todo justo fica mais sexy, só tem que tomar cuidado para não exagerar e passar do ponto.



 
 
Transparência

A transparência é uma tenência ousada que, combinada com as peças certas pode dar aquele toque de estilo que faz toda diferença ao look.
Sim, é uma produção que passa uma mensagem de sensualidade, mas que usada com moderação levanta qualquer look basiquinho.
Comece com uma blusa, use um top por baixo ao invés do sutiã.
Usar com sutiã e modelo diferente, muda completamente o look.
Use a transparência ao seu favor, deixando a parte a parte que você mais gosta do seu corpo em evidência.
A transparência naturalmente já dá sensualidade ao look, por isso, é legal combinar com peças mais esportivas e despojadas para criar um contraste.

 
 
Militarismo

Não é de hoje que o militarismo toma conta das passarelas, o verde exército e o camuflado fazem parte dessa tendência.


O estilo militar fica melhor desconstruído, quando combinado com outros estilos, por exemplo: com blazer, botas...

 
 
.

Passe longe do estilo pesado masculino, a ideia é usar em pequenas doses, deixando o visual muito mais feminino, combine com mini saia, vestido, salto alto....

Pode quebrar o ar austero do estilo, usando acessórios dourados.

Calça camuflada, combina com quase tudo, mas use uma peça de cada vez da mesma estampa.

Use com peças pretas, brancas, cinza, jeans e nos pés, use salto alto, bota, sapatilha


 
 
Biquíni cropped


O biquíni cropped, surgiu da fusão do biquíni com o top de academia, que resultou numa peça funcional, prática, versátil e com recortes super charmosos.

O top é bem estruturado, ideal para praticar surf, stand up, vôlei, correr, pois cobre todo o colo e deixa as costas livres, assim, a mulher fica livre e despreocupada, porque sabe que nada vai sair do lugar, a parte de baixo pode ser pequena ou hot pants.

 
 
Tendência

Os acessórios vieram para dar impacto neste verão 2017. Responsáveis por deixar as produções mais simples cheias de charme. Então, vamos as principais tendências:

Tassel: essas franjinhas não são novidade, mas, agora elas aparecem bem grandes ou bem pequenininhas, nada de meio termo. São usadas nos colares, brincos e pulseiras.

Pompom: feitos quase sempre do mesmo material do tassel, os pompons são uma trend super graciosa, colorida e alegre nas bijoux, na verdade, elas estão em todos os lugares: na decoração, em sandálias, nas roupas, clutches ....

 
 
.

Correntes com elos gigantes: inovações como correntes com elos coloridos e gigantes surgem agarradas ao pescoço ou bem compridos.

Colares: as gargantilhas continuam em alta nessa temporada, em matérias como metal, acrílico ou couro. Gargantilhas alongadas em couro, podem ser usadas com várias correntinhas delicadas. Maxi colares com pegada boho, surgem mais delicados com pedrarias e pérolas

 
 
.

Acrílico e resina: criações nesses matérias estão inovando o mercado: com maxi brincos que seguem tendência, em modelos divertidos com uma pegada mais fun e com desenhos geométricos, até com mistura de texturas. Colares e pulseiras super coloridos.

Pulseirismo: quanto mais pulseiras melhor, fazendo uma mistura com diferentes tipos de materiais. Couro, braceletes, acrílico.

Madeira: esse material chega às bijuterias com uma proposta mais requintada. Chegam misturadas com metal principalmente o dourado. Dando um efeito leve, simples e requintado. A madeira combinada com pedras como turquesa também são sucesso.

 
 
O que são patches?

Patches são pequenos pedaços de diferentes tamanhos de tecido, bordado com linha de poliéster, com a inscrição de símbolo, slogan ou imagem, que podem ser coladas ou costuradas em tshirt. casaco, calça, mochila....
Essa moda surgiu com os hippies, que começaram a colar patches nas roupas, com a intenção de criticar os militares (que grudam insígnias das patentes nas roupas), a ideia deles era se opor às regras, aí, mais tarde, com a mesma intenção, o movimento ganhou mais força com os punks. Nos anos 70 e 80, a moda pegou de vez entre os roqueiros, usando as patches com os símbolos de suas bandas favoritas, motoqueiros e estudantes universitários com o nome das universidade colado na jaqueta ou mochilas.
O melhor jeito de usar a tendência, é usar com peças neutras e básicas, como tshirt, calça, jaqueta, botinha, sapatilha sem muito detalhe e deixe toda atenção para as patches.

 
 
Jaqueta Puffer


Jaqueta puffer


A jaqueta de nylon que conhecemos hoje, surgiu na segunda Guerra Mundial, quando os pilotos da Força Aérea Americana necessitavam de uma jaqueta que substituíssem a jaqueta de couro de cavalo que molhava e congelava a grandes alturas, pois as cabines eram abertas.
Foi aí, em 1943, que foi empregado pela primeira vez o nylon no vestuário, antes só usadas em paraquedas. A B-15, sigla usada na época, era de nylon na parte externa e interna e revestida de algodão.
A jaqueta puffer, são super quentinhas, modernas e típicas dos esportes de neve, que saíram dos Alpes e ganharam o street style.
Use a jaqueta com calça de modelos mais sequinhos como legging, montaria ou calça skinny, já que o modelo já é fofinho.
Com cachecol, gorro e uma bota, você vai estar bem protegida no inverno.


 
 
Vestido bodycon dress

Esse modelo de vestido de malha canelada é muito sexy, ele desenha e se ajeita, sem colar as curvas do corpo. Ainda é super confortável, justinho e não aperta.
Como é uma peça que modela cada curva do corpo, é sempre bom usar uma calcinha que não marque ou um shortinho modelador.
Par ficar mega sexy e poderosa, use a tendência com salto. Mas para ter um look mais casual, moderno e urbano, use com tênis, com uma sapatilha de bico fino e ainda ganhe ares fashion amarre um jaqueta na cintura, que ainda ajuda a disfarçar quadris largos.

 
 
Jaqueta jeans com mangas e capuz de moletom

Jaqueta denim hoodies, é uma jaquetinha jeans com mangas e capuz de moletom.
São super charmosas e práticas.
Com elas, pode-se fazer looks mais românticos, use vestidos florais,saia ou um estilo mais esportivo, com calça jeans, calça jogger, legging, shortinho é só colocar sua criatividade em prática e arrasar.

 
 
Saia

A característica da saia lápis, está na modelagem justa ao corpo e afunilada quando chega na altura dos joelhos.
A saia lápis surgiu em meados dos ano 40, no pós guerra, onde as limitações econômicas da época, obrigou todos os cortes de roupa ficarem mais próximos ao corpo. A saia lápis tornou-se símbolo da nova mulher da época, frente a sua família e do trabalho, ocupando as vagas dos maridos entrincheirados.
Por isso, a peça está relacionado ao visual profissional. Mas tem um lado sedutor incontestável, pois ela transforma o jeito de caminhar, mais contido e sinuoso devido à própria limitação dos movimentos que o corte justinho proporciona.

 
 
.

A saia lápis arrasa em todas as ocasiões, desde o escritório à balada. Mas precisa de alguns cuidados para não tornar-se vulgar.
Quando for experimentar uma saia lápis, verifique bem o caiamento, muito importante é prestar atenção no tecido, pois, se ele marcar, não exite em usar lingeries de contenção. Ou ainda, se for tecidos leves, fininhos ou que grudem, uma anágua serve para isso, para não criar formas estranhas.
Saias escuras diminuem o quadril e as estampadas também, por incrível que pareça, já os tons claros aumentam, veja bem qual é a sua intenção.
Sapatos: scapin, sandálias de salto alto, ankle boots, rasteirinhas e para um look mais contemporâneo, use com um tênis transado.

 
 
Colete de franjas

Colete, andava sumido e agora voltou com tudo nessa estação, ele é um complemento perfeito para conseguir que seu look fique moderno e atual, pode ser usado tanto no verão como no inverno.

O colete de franjas e de tecido suede, é o modelo que está mais em evidência, vale combina-lo com vestidos curtos e estampados, por cima de batas, camisas bordadas, blusas de manga comprida, short, saia e calça flare, isso para ganhar um estilo boho.


 
 
.

Mas para uma pegada mais urbana, um estilo mais rocker, combine com tshirts, calça ou bermuda com o jeans mais desgastado, com uns rasgados. E para que o look fique completo, adicione colares, pulseiras e anéis metalizados, um tênis confortável e pronto!

O colete, além de ser a terceira peça que adiciona chame a produção, também diminui medidas, ele cria duas linhas verticais que afinam a silhueta. Aproveite!!!!

 
 
Lace up

A moda está sempre inovando, agora a tendência chama lace up, que enriquece as peças com um lindo detalhe entrelaçados ou trançados, enche de bossa looks básicos, como uma camisa branca por exemplo, use com um blazer ou um colete por cima, e realce seu look para o trabalho. Já para o dia a dia, combine com short e tênis e fique toda descolada.
A tendência lace up é muito democrática, está presente nas roupas, acessórios ou sapatos, trazendo um estilo boho, descolado e sexy.

 
 
Maxi tshirt:

Vamos falar da maxi tshirt, que nada mais é que uma camiseta, regata ou camisa mais comprida, tornando o look muito mais estiloso.
Como ela é uma peça básica, pode complementar com acessórios poderosos.
Pode ser usado por qualquer tipo de mulher. Uma diquinha: quem tem mais busto, pode optar por um modelo de decote V. E para quem tem o quadril largo, pode usar os modelos com fendas laterais.
A maxi pode se tornar uma saída de praia toda descolada.

Agora o mais importante, como usar:

 
 
.

Com calça:
Fica muito poderoso usar a maxi tshirt com uma calça jeans, pode ser uma skinny, flare, leg ou montaria, com um salto bem estiloso.

 
 
.

Com short:

O jeito mais fácil de usar é com short.
Como a blusa vai cobrir ele todo, mas ainda assim, vai aparecer um pouco de pele, alongando a silhueta; e é por isso, que fica bem para qualquer tipo de mulher. Podendo ser usada com rasteirinha, gladiadora, tênis branco.

 
 
.

Camisas:

Se a intenção for um look mais arrumadinho, o bacana é escolher uma camisa bem longa de tecido molinho.

 
 
.

Como vestido:

Essa versão, costuma ter uma fenda enorme, então use um short por baixo, para que nada indevido apareça.
Existem modelos que já vem com uma saia por baixo.

 
 
.

Versão mullet:

Também tem o modelo mullet, curto na frente e beeeeemmm comprido atrás.

 
 
.

Versão aberta na frente:

Bom, aqui o título já diz tudo, ela é aberta na frente. E tem uma grande vantagem, o efeito emagrecedor.

 
 


Com nó:

Também fica super charmoso usar a parte da frente ou na lateral, com um nózinho.

 
 
Saia assimétrica

A saia assimétrica tem o comprimento diferenciado, tem a parte de trás mais comprida que a da frente, com seu tecido leve e fluido confere sensualidade e conforto.
Ela vai com tudo, desde tênis, salto, rasteirinha até botinha de cano curto.
Combina som tudo, regatinha, jaqueta, blusa manga curta....

 
 
Como usar listras ao seu favor

Quebrando paradigmas

As listras são um clássico na moda, mas tem fama de que engordam, principalmente as horizontais que ampliam a silhueta ao contrario das verticais que alongam e diminuem.

Para neutralizar esse problema, use um casaco, um colete ou até mesmo um colar longo, ele "corta" o efeito ampliador da peça.

Mas dá para usar as listras horizontais a seu favor, ele é ótimo para quem precisa equilibrar a silhueta; por exemplo, se tem o quadril largo e os ombros finos, use a blusa listrada para harmonizar a silhueta.

Também é ótimo para as mulheres altas, pois ajuda a achatar a silhueta, ou para as muito magras, pois ajuda a ampliar as formas.

A listra fina é uma estampa pequena com efeito neutro, deixando o look cool e charmoso.

As listras horizontais com cores parecidas tem menor o efeito achatador e deixa neutro o look, podendo assim, usar as listras largas.

 
 
Como usar listrado

Existem estampas que são um clássico, nunca saem de moda.
E as listras estão entre elas.

A estampa listrada valoriza o corpo.

As possibilidades são infinitas, as listras tem uma pegada mais esportiva, e o tênis aparece complementando saias, bermudas ou vestidos, tornando o visual mais confortável.
Mas para incrementar, um salto já resolve, dando um up no visual.

Como usar:

O jeans é um outro grande clássico que combina super bem com as listras, para looks não muito elaborados, mas mesmo assim arrumados.

 
 
.

Mix de cores: as listras preta e branca são básicas e neutras, logo, combine com uma cor: azul, vermelho, amarelo, verde, cinza, caramelo que dá um look super moderno.
Pode ser só um detalhe de outra cor, como um sapato, uma bolsa, um top, até mesmo o batom.

 
 
.

Mix de estampas: fazer um mix de estampas, mostra que você entende muito de moda e que não tem medo de ousar.

Pode usar estampas com a mesma cor, como listras com poá, com xadrez, com listras de diferentes tamanhos e direções, com florais, com onça e o que mais você puder criar.

 
 
Brinco ear jacket

Ear jacket, é um brinco pequeno, super moderno e estiloso.
Ele vem dividido em 3 partes. um ponto de luz pequeno na frente; um plug, que abraça a orelha, e a tarraxa, assim de ser usado com outros brincos, criando uma peça exclusiva.
Ele é muito versátil, e com vários estilos, do romântico ao rocker. E ainda pode ser usado tanto de dia como à noite.

 
 
Flash Tattoo

Flash tattoo são adesivos com desenhos muito delicados, com tamanhos e formatos variados, normalmente vem nas cores prata ou dourada. São tatuagens rápidas, que parecem acessórios, bijus, para dar um up nas produções, muito usadas na praia, em shows e em festivais.

 
 
Sutiã Strappy Bra


A ideia do sutiâ era sempre ficar escondido por baixo da roupa, "era", pois agora ele quer ser o centro das atenções, deixou de ser um mero coadjuvante para ser o ator principal e dar um charme total ao look.
O "strappy bra", não é nada discreto, como é mesmo a intenção, ele tem múltiplas alças que podem criar desenhos nas costas, no colo ou nos braços, suas tiras criam looks geométricos muito interessantes.
Tirando do básico qualquer produção, ele pode ser usado com regata, blazer, vestido e deixa qualquer look romântico mais moderno. Ótimo para usar com os tecidos fluidos da estação.
Essa tendência está vindo das roupas transparentes usadas ao longo dos anos, fazendo com que o sutiã fizesse parte do visual.
É preciso lembrar que a peça vai chamar atenção para alguma parte do corpo, então, tome cuidado se não quiser destaca-la. Nem use um modelo em que as tiras fiquem apertadas, para não criar formas estranhas, uma dica é usar uma blusa preta levemente transparente por cima, dá sensualidade, sem destacar demais.
O strappy bra, já tem muitos detalhes, evite acessórios exagerados, pois ele é o destaque da produção.


 
 




 
 




 
 
Camisa jeans

Camisa jeans, uma das peças mais versáteis e atemporais do guarda roupa feminino, trata-se de uma peça clássica, básica e necessária para compor diversas combinações, das mais ousadas as mais básica.

Uma linda camisa jeans, deve ficar moderadamente folgada no corpo, as muito justas, podem ser usadas abertas.

Um belo truque de estilo, é usar as mangas dobradas, pois assim aparece um pedaço do pulso, a parte mais fina do braço, alongando assim a silhueta.

Existem pelo menos três jeitos de usar a peça. Fechado, aberto e amarrado.

 
 
.

Aberta: ela pode ser usada como uma terceira peça, servindo como complemento do visual, usa-se por baixo de uma jaqueta ou por cima de um look.

 
 
.

Fechada: é o jeito mais convencional, mas pode deixar uns botões abertos e até usar uma regatinha por baixo para dar charme.

 
 
.

Amarrada: é só ar um nó na camisa e ela ganha ares divertidos.

 
 
.

Idéias com uma camisa jeans:
Saia: se for com babados, camadas, fluidas, renda ou floral, você cria imediatamente um look romântico, arremate com um cinto fininho e nos pés uma rasteirinha, uma bota de cano curto ou uma espadrille.
Se a opção for uma saia lápis ou uma mini saia, use com sandália ou salto alto.

 
 
.

Shorts: nos dias quentes, use a camisa com short de alfaiataria, renda, paetê.
Até com um blazer por cima fica lindo.

 
 
.

Calça: a camisa jeans fica muito bonita com uma calça jeans, para não ficar muito monocromático, use com lavagens diferentes.
Com calça de cores diferenciadas, como branco, verde, preto, vermelho, até calças estampadas, criam um look maravilhoso.
Até calça legging, a peça fica muito bacana.

 
 
.

Vestido: a camisa jeans combina com vestido, use aberta ou com nó.

 
 
.

Sobreposição: para um look com mais estilo, abuse das sobreposições, use a camisa por baixo de um moletom, de uma jaqueta ou um blazer e crie um look mais urbano.

 
 
Body chain

Inspiração trazida lá da Índia, o body chain, uma espécie de colar que envolve o corpo, cruzado nas costas e na barriga.

O body chain, traduzindo, corrente de corpo, é para uma produção especial.

Para ser usado por cima das roupas, pode ser looks mais simples e escuros para destacar o acessório. Ou por baixo da roupa aparecendo no decote ou com blusa cropped, mostrando o detalhe na barriga.
Dá até para ir à praia, para completar o look.

 
 
Calça flare

Resgatada lá dos anos 70, a calça flare chegou com tudo nessa estação, com a cintura mais alta que as calças tradicionais, ela vai justinha dos quadris atá os joelhos, a partir daí, a calça começa a ficar mais ampla até a altura da barra. Com esse modelo, sua produção ganha ares chiques e sofisticados na mesma hora,  também pode conseguir um visual descontraído e confortável, dependendo dos complementos. Pode-se usar com praticamente tudo, desde camiseta, blusa, camisa, blazer, jaqueta, cardigã, o segredo está na escolha dos materiais das peças, para ganhar sofisticação ou um look mais casual.

Agora quem pode usar??? Todas. Ela é ideal para quem tem os quadris mais largos, pois disfarça, equilibra e alonga a silhueta.
E para aquelas que tem as pernas fininhas, pode usar a calça flare estampada, pra dar a ilusão que esta parte é mais grossa.

E com que calçado??? Pode ser usado com um salto, que também dá um ar mais elegante a produção. Mas para quem não abre mão do conforto, pode sim usar com sapatilha ou rasteirinha de preferencia de bico fino. E para alongar, use o sapato com tons mais próximos da cor da calça.

Independente de qual modelo de calça for escolhida, dentre os inúmeros tipos de materiais e modelos o importante é a altura da barra, pois ela não deve ficar arrastando no chão.

 
 


.

 
 
Calça hot pants ou cintura alta

Calça jeans sempre foi um item indispensável no guarda-roupa feminino, pois é democrático e muito versátil. Mas as de cintura alta, estavam esquecidas lá nos anos 70 e 80, quando a modelagem fazia muito sucesso entre as mulheres, e ficou um pouquinho de lado com o lançamento de modelos mais ousados.

Calça de cintura alta deixa o visual chic e elegante sempre, e ainda valoriza qualquer tipo de corpo.
Aproveite o efeito modelador da calça hot pants, pois, ela ajuda a definir a cintura, esconde a barriguinha e ainda alonga a silhueta, ideal para as baixinhas.

Calça hot pants skinny; aquela, apertadinha nas pernas; pode usar com salto alto, mas também fica muito bom dobrar um pouco a barra  da calça e usar com uma alpargatas, fica confortável  e com estilo.

Calça hot pants flare, ela se parece com a boca de sino, salto alto sempre, sempre, sempre!!!!! Se der pra ser bico fino, melhor ainda.

Modo de usar: uma ótima opção com a calça de cintura alta é usar com uma blusa cropped (blusa mais curtinha), sem ter que ficar com a barriguinha de fora, apenas a parte mais fina do corpo aparece. Um blazer também é uma bela opção para completar o look.

Outra opção é colocar as blusas por dentro da calça, podem ser justas, como um body; ou largas, criando formas mais acinturadas.

 
 
Cor do momento: marsala

Marsala, é a cor que vai predominar nessa estação, um tom de vinho puxado
para o marrom, nada mais é que um revival "burgundy", muito chic.
A cor combina com preto, claro...., com nude, cinza,
caramelo, branco, jeans, oncinha, laranja...
Ele aparece de varias maneiras, em peças inteiras, ou em
detalhes e acessórios.

 
 
Vestido chemise ou vestido wrap-dress

Criado pela estilista berga naturalizada americana, Diane von Furstenberg, em jérsei, na década de 70, o vestido chemise, atravessa gerações, fazendo as mulheres com qualquer corpo e idade, um arraso.

O vestido chemise, que remete a uma camisa mais longa, é simples, prático e elegante, adequado para várias ocasiões dependendo dos complementos.

O cinto é um complemento ideal para dar um diferencial na roupa. Um cinto, num estilo "hippie", mais largo no quadril, deixando o look menos marcado e mais casual, ou, com um cinto fininho, mais arrumadinho, sinalizando a cintura.

 
 
Quimono

Para a estação mais elegante do ano, o quimono aparece como referência muito forte, podendo até tomar o lugar dos casaquetos. Como uma terceira peça, ele por si só, já pode dar graça ao look, então, podemos usa-lo com peças mais básicas, pra ele brilhar.

Quimono com short: você pode abusar dos shorts mais curtos, pois o quimono tem uma modelagem mais ampla, que não deixa o visual vulgar.


 
 
.

Quimono com calça: para equilibrar a forma ampla, use com calça justinha, mas o estilo flare também casa muito bem com a tendência.
Abuse dos jeans destroyed, aquele todo rasgado, para deixar o look mais moderninho e ousado.

 
 
.

Quimono por cima de vestido: use um cinto por cima do quimono, ele vai trazer charme a produção. Mas se a intenção for um look todo desencanado, use aberto.

 
 
.

Quimono com saia: para uma produção arrojada, pode amarrar o quimono. Se quiser mais casual, use aberto com saia longa.

 
 
Short-saia jeans

Também chamado de skort, uma mistura de short com skirt (saia em inglês).

Uma peça super versátil, une a feminilidade do saia com a praticidade do short. ideal para quem procura liberdade de movimentos.



 
 
Top cropped

O top cropped, com o comprimento na altura das costelas, mas para essa temporada a barriga de fora é muito mais sutil, nada vulgar. O primeiro passo é esconder o umbigo e segundo usar short, saia ou calça com a cintura alta.

Se o top tiver alguma transparência ou for curto demais, vale colocar uma jaquetinha por cima para não ficar vulgar.

Com uma saia mais justa, funciona um top mais larguinho.
Com a saia mais soltinha, a proporção inverte, a blusa deve ser mais ajustada ao corpo.

Outra maneira interessante é usar o top por cima de vestido, aí a barriga não aparece de jeito nenhum.



 
 







 
 
Brinco leque e brinco inspiração Dior

Brinco leque: sucesso absoluto entre no mundo fashion, o brinco leque se destaca pelo seu glamour, use com looks mais elaborados. E com o cabelo preso.


 
 
.

Brinco inspiração Dior: com referências tribais, chique e assimétrico, ele aparece com uma pérola sobre a orelha, enquanto surge uma outra maior atrás do lóbulo. Também já aparece em muitos outros materiais.

 
 
Blusa manga sino

A blusa manga de sino, assim como a nossa querida calça flare, tem uma pegada mais setentinha, e é um luxo só.
As mangas larguinhas, dão estilo a produção.
Como usar: quando a blusa tiver manga de sino, a parte de baixo deve ser mais sequinho, para equilibrar o look.



 
 
Saia trompete ou troupette

Também chamada de fit and flare.
Essa saia veio pra ficar, linda e super feminina, ela é mais jutinha no quadril e acaba com um babadinho.
Ela possui vários comprimentos e também aparece em vestidos.
Pode ser usada com blusas justas, moletom, com casacos por cima e até com meia.
Não esqueça, ela evidencia o quadril.


 
 
blusa ciganinha

Uma blusa soltinha de ombro à ombro e mangas caídas, tem referências no estilo cigano e confere muita sensualidade ao look. Ela resulta em um visual moderno,despojado e arrumados pode ser usada em várias ocasiões, combina com shortinhos e sainhas.

 
 
Tassel

O tassel tem origem do Oriente Médio, onde era usado como talismã, protegendo dos maus espíritos.

Agora, a moda pegou emprestada da decoração, esse pingente com frajinhas de seda, couro ou correntinhas, está fazendo graça nos colares, pulseiras e brincos. Ele pode fazer toda a diferença e dando um toque de glamor nas produções.

 
 
Como usar moletom

Tudo agora é moletom, só que sem o ar desleixado de antes, agora ganhou sofisticação e nada de casual.
A calça de moletom, precisa de uma blusa transada, com cores vibrantes, pede sapato de salto, bolsa e acessórios mais chamativos.

 
 
.

As blusas de moletom também estão com novas modelagens, mais curtas, ganharam aplicações de renda, misturas com chiffon, pode combina-las com short, saia godê, paetê, couro ou para as calças, de preferência para as justinhas, como skinnys ou legging para contrapor as blusas que são mais larguinhas.

Uma dica bacana é usar uma camisa social por baixo do blusão.

Outra dica de estilo é usar as mangas das blusas dobradas.

O maior segredo para usar moletom, está na produção, sempre use uma maquiagem caprichada, um lindo sapato de salto, uma bolsa maravilhosa e um acessório poderoso. Assim, toda a sensação de desleixo que a peça trás, vai embora.




 
 
Biquini Ripple

A novidade nesse verão é o biquíni Ripple, ele tem o formato de coração e o efeito dele é o mais legal: levanta bumbum! Tudo resultado da costura franzidinha que tem na parte de trás, e ainda é amarradinho nas laterais. É puro charme.

E aí, vai aderir????

 
 
Jardineira

Novidade do verão, é a jardineira.

A idéia da jardineira era para proteção do tórax e do abdome, muito usada nas fabricas nos trabalhos pesados, por isso ela era feita de tecidos grossos como o jeans .

Agora ganha ares mais leves e femininos e a proposta desse verão são as cores, estampas e materiais variados, incluindo o jeans.
A maneira sofisticada e elegante de usar a jardineira, é dobrando barra da calça, uma camisa e sapatos de salto.

Ela também combina com as espadrilhas, ankle boots ou sandálias bem delicadas.
Para os dias frios, adote jaquetas e suéteres.

Ela pode vir em diferentes modelagens: short, saia ou calça comprida.

Totalmente informais, as jardineiras devem passar longe dos escritórios, ficam para as ocasiões mais descontraídas.

 
 
Conjuntinho

Essa nova tendência de moda, conjuntinho, vale coordenar tudo, parte de cima com a parte de baixo, combinar cor, estampa e tecido.

Fuja do modelito datado, use estampas e cores vibrantes.
Os modelos atuais são mais casuais, então, podemos usá-los em várias ocasiões, menos nos ambientes mais formais.
Se estiver frio, pode-se colocar um casaco neutro por cima.
Também dá para usar tudo separado e multiplicar seu guarda-roupa.

 
 
Calça colorida

Coloriu!!!!

As calças coloriraaaaammmmm, que delícia. São alegres e ainda dá para fazer muitas combinações.
Como as calças vermelhas, laranjas combinadas com estampada de oncinha.

 
 


As listras e poás no preto e branco, também são uma ótima idéia para as calças coloridas.

 
 
.

Roxas ficam perfeitas com verde e amarelo.
Azuis casam com coral, amarelo e cinza.
E todas com uma camisa jeans e os tons neutros, branco, off white, preto, bege e cinza.
Também todas ficam lindas com estampas que se harmonizem com as cores da calça.

 
 
Calça rasgada





Rasgou!!!!!!! E ficou maravilhoso!!!!!


A calça jeans rasgou e ficou linda!!!! Última moda gente, tanto na lavagem clara, escura ou na colorida.
Não importa o tamanho do rasgo, o look já ganha um estilo mais largadão que não precisa ser adotado, pra contrapor, use com peças mais ricas e ganhe um ar mais informal com um blazer, maxi colar...

A peça pode aparecer com modelo boyfriend, flare ou até croped é só dobrar a barra.
Para os calçados, os mais femininos como scapins, ankle boots, sapatilhas, rasteirinhas....
O bacana que nenhuma produção fica sem graça com essa calça.





 
 
Estampa azulejo português

A estampa mais moderna do momento é fácil de reconhecer, ela é formada por gravuras geométricas, arabescos e florais e elas vem normalmente no azul cobalto, branco, preto ou coral que lembram azulejos portugueses ou "Porcelan Print".

Para combinar a estampa, use com tons neutros como branco, azul. Mas também vale usar cores vibrantes como laranja, vermelho, verde ou coral.

Outra recomendação são os sapatos, para não errar use os tons neutros como nude, preto ou caramelo. Mas se quiser criar um look moderno use com vermelho ou laranja.

Não esqueça o ponto forte é a estampa, então os acessórios podem ser mais delicados e clássicos, pulseiras e colares finos.

Agora é só arrasar.....



 
 




 
 
Moletom


Você lembra do moletom, aquele que a gente usa para ir a academia ou nos finais de semana?! Pois é, ele não é mais o mesmo, com acessórios, saltos e uma maquiagem bem feita, ele deixa o visual todo despojado, mas com o conforto de sempre.

 
 
.

Use o moletom com uma peça tendência ou com um acessório super estiloso, ele dá charme ao look.
E a noite, combine com couro, um brilhinho e um salto.


 
 
.

Use o moletom com uma peça tendência ou com um acessório super estiloso, ele dá charme ao look.
E a noite, combine com couro, um brilhinho e um salto.

 
 
Meia-calça

Chegou o friozinho e com as baixas temperaturas já dá para usar as nossas lindas e quentinhas meias-calças. Coloridas, estampadas, rendadas...todas que temos direito. E ainda dão um ar despojado aos nossos vestidos, saias, shorts...
Então vão as dicas:

-Neutras: para começar, vamos com o pretinho, cinza e o marrom, assim não dá pra errar no começo, elas são elegantes. As cores escuras "enxugam" medidas. Use o calçado da cor da meia, alongam a silhueta, ótimo para as baixinhas.
Para looks estampados, aposte nas meias lisas.




 
 


-Coloridas: agora saindo do lugar comum, meias coloridas. Você pode combinar a meia com alguma peça do look, como um cachecol, bolsa ou usá-la como contraste, use tudo neutro e só elas coloridas.


 
 
.

-Rendada, estampada e todas as outras possibilidades: maravilhosas, mas é bom ter alguns cuidadinhos....
As meias rendadas, estampadas, mescladas, claras, essas aumentam as pernas. Opte por "risca de giz", opaca e escuras.
As meias com texturas, desenhos, cores fortes, vai fazer a perna parecer mais grossa.
Quando usar meias trabalhadas, o look é mais neutro.



 
 
.

-Rendada, estampada e todas as outras possibilidades: maravilhosas, mas é bom ter alguns cuidadinhos....
As meias rendadas, estampadas, mescladas, claras, essas aumentam as pernas. Opte por "risca de giz", opaca e escuras.
As meias com texturas, desenhos, cores fortes, vai fazer a perna parecer mais grossa.
Quando usar meias trabalhadas, o look é mais neutro.



 
 
.

Coloridas: agora saindo do lugar comum, meias coloridas. Você pode combinar a meia com alguma peça do look, como um cachecol, bolsa ou usá-la como contraste, use tudo neutro e só elas coloridas.


 
 
Camuflado

Camuflado

A estampa camuflada surgiu da necessidade dos soldados do exército americano se esconderem na paisagem do Vietnã, como é um ambiente com várias nuances verde, foi elaborada uma estampa para que eles fossem confundidos com a própria floresta. Daí surgiu o camuflado adotado por vário exércitos no mundo, variando de acordo com a necessidade, ocre no deserto, cinza na neve.
Como o militarismo é uma tendência de inverno, o camuflado não poderia faltar.
O segredo é deixar o mais feminino possível, com acessório, salto....
Uma camisa branca, preta ou bege, vai bem par o escritório.
A jaqueta de couro trás modernidade ao look.
Pode combinar com camisas lisas, jeans, até um mix de estampa: uma oncinha, um listrado


 
 
Calça listrada

Grande hit da estação a calça listrada, na vertical de preto e branco.
A combinação preto e branco vem da clássica Chanel, desde 1930, essas cores já faziam sucesso entre os looks femininos.
Podem ser combinadas com camisetas divertidas, camisas, cardigans, jaquetas tanto as de couro como as jeans, blazers, casacos.
Pode investir para combinar nas cores o clássico preto e branco, mas, fica lindo se usar com uma cor vibrante.
Para ficar mais despojado, dobre a barra da calça, assim valoriza o calçado: uma sapatilha, bota.



 
 
bijouteria

Bijuteria

Uma novidade nessa estação, inverno 2013, é o ear cuffs, brincos que se popularizaram na década de 30, pelo joalheiro Marcel Boucher(1937), popularizou-se entre as aristocratas mais ousadas. Ressurgiu na década de 80, num movimento parecido com o punk. Sua característica é como se ele "abraçasse" a orelha, sem a necessidade de usar os furos.
Eles tem motivos florais, mas também encontram-se estrelas, cruzes, correntes, animais, caveiras...
Seguindo uma linha roqueira, as peças apresentam caveiras, cruzes, spike, cores como grafite seguido de pedras.
Agora "o menos é mais" dá espaço para os maxi, bijou "oversize", tudo exuberante, super sofisticado e luxuoso.
Passando para o banho dos acessórios, grafite, tons de ouro rosa e os envelhecidos, pedem passagem.

Vale lembrar, se optar por uma peça maxi, combine com uma mini. Um maxi colar com um brinco pequeno. Até as roupas precisam ser mais moderadas quando usar com uma maxi bijuteria.

As pérolas vão vir salteadas aleatoriamente ou usadas intensamente em looks completos. Tanto em golas, punhos, colares etc, de tamanhos médios e pequenos.

Os brilhos passearam tanto de dia como de noite, um pouquinho mais apagado durante o dia.

Brincos, anéis, pulseiras associados à etnia, à motivos religiosos, outros símbolos de fé (cruz), transformação, sorte, proteção (olho grego, figa, trevo), tudo muito sofisticado e chique.

Esse inverno vai ser um luxo!!!!!






 
 
Dip dye:

Dip dye é uma técnica de tecido em degradé, é como só uma parte do tecido fosse "encostada" na tinta, ela faz uma transição bem suave de tons, também chamado de ombré.

 
 
Tie dye

Tie dye: é uma técnica que tem origem de várias culturas do mundo, principalmente asiáticas e africanas. Está na última moda nesse verão; mas começou lá nos anos 70, muito usada pelo movimento hippie, popularizada pelos músicos John Sebastian, Janis Joplin, The Grateful Dead e Joe Cocker.
A técnica de tingir tecidos significa "amarrar e tingir", neste verão ganha destaque as cores cítricas ou o degradê do tom pastel.
É só combinar com cores neutras ou com tons monocroáticos, já que ele é o ponto alto do look.
A técnica com manchas freeform, vai bem na praia com um ar mais descontraído; mas, para um estilo mais sofisticado, escolha tons mais degradé, como uma camisa e complete com salto, por exemplo.




 
 
camisa

A camisa é uma peça muito versátil, fica bem tanto no verão como no inverno. O que era muito séria, ficou descolada, desejada, deixa o visual chic, moderno e sofisticado.
A moda agora pede uma modelagem mais ampla, descolada do corpo.
O tecido da temporada é o chiffon, meio transparente, consegue fazer belas criações com diferentes sobre posições.
Também apareceu a javanesa, tecido levinho, sem transparência, muito gostoso.
Camisa manga longa no verão? Sim é muito elegante, é só dobrar as mangas e arrasar.
Para combinar, use com saia ou short curto, valoriza as pernas e salto alto, na verdade, no calçado, vale qualquer um que a ocasião pedir.
Mais uma dica, como a camisa, é mais comprida também, coloque um pouco da parte da frente da camisa dentro do short, e deixe o restante para fora, mesmo que tampe toda a parte de trás.
Outra novidade são as ponteiras nas pontas das golas, um detalhe não muito chamativo que faz toda a diferança.
Camisa, item democrático que vai tanto no escritório quanto na balada e no maior arrasooooo.....


 
 
Paetê

Paetê, esses brilhos usados nas roupas, deixam o look simples muito mais transado. Eles já não são sinônimo de roupa para a balada, festas; já faz parte de produções mais descoladas para o dia também.
É aconselhavel para o dia, uma produção mais básica, onde uma pequena peça de paetê faça parte do look, uma gola, manga, um shot, uma sapatilha, um cinto, uma cluth..., só para dar um "tchan".
Mas para a noite, tudo é permitido, um vestido de paetê é ousado e elegante.
Não use mais de uma peça com brilho, uma só já se basta.
Se você quer disfarçar alguma parte do corpo, deixe o paetê longe dela: se for as pernas, use uma blusa; se não quer evidenciar barriga ou seios, então use um short, saia, calça.
Se estiver começando, aposte nos detalhes brilhantes, na cluth, no calçado..., mas ele sempre vai dar vida e graça num look simples.
Uma dica bacana é como conservar a peça de paetê:
-como guardar, para evitar que ela grude ou desfie o tecido, ela precisa ser guardada pelo avesso, dentro de uma saquinho de tecido, nunca o de plástico, pois ele estraga a roupa.
-para lavar, coloque a peça de molho por 20 minutos no detergente neutro, sem esfregar. Deixe secar na sombra, longe do sol. Se for necessário passar, a temperatura do ferro deve estar bem baixa.

 
 
Renda guipir ou gripir

Essa renda mais encorpada, super feminina, muito usada no acabamento de mangas, decotes, mas o mais interessante é que agora o mundo da moda resolveu fazer peças inteiras com essa renda, como vestidos, shorts, saias...
Modo de usar: você pode variar muito, combinando um jeans, tênis ou com um tricô, uma blusinha por exemplo, para um look mais casual. Uma camisa de chifon, para um look mais romântico!
E as cores, se o short ou saia for de tom neutro, cloque uma cor vibrante; caso prefira um look todo neutro, complete com acessórios maxi.


 
 
Saia Bandage

Saia bandage:

A saia bandage foi lançada em 1989 pelo estilista francês Herve Leger, traduzindo do inglês, atadura. Esse tipo de saia justa, que parece que a mulher está enrolada em tiras de atadura, em 2008 essa moda voltou e pegou.
Como usar? É uma peça muito justa, então o visual fica equilibrado com blusas, camisetas e camisas largas tanto usadas por dentro como por fora, dá um ar descontraído. Com blazer torna o look mais glomouroso.
Como é uma peça que dá muita sensualidade, para não pecar no visual, nem ficar vulgar, evite usar com uma blusa muito decotada, muito justa, modelos muito curtos.
Pode usar com meia calça, saltos e para ficar descontraído use com all star.
A proposta é usar no dia-a-dia, não só na balada.
Fica bom para todos os tipos de corpos, tanto magrinhas como maiorzinhas, as magrinhas pode usar como as dicas acima. As maiorzinhas use com blusas mais longuinhas, pois cobre bastante e disfarça.


 
 
Legging:

Legging, essa calça apertadinha, é uma das peças mais versáteis do nosso guarda roupa, vai bem do verão até o inverno, substitui a calça jeans, a meia calça e deixa o look informal e muito mais moderno.

A legging não é uma novidade, mais ainda provoca muitas dúvidas, então aqui estão umas dicas:

Use essa calça comprida, na altura do tornozelo, pois, se estiver mais curta, ela vai "achatar" a silhueta, principalmente as baixinhas.

As que tem as pernas mais grossas, abuse das cores mais escuras como preto, marrom, azul marinho e com o tecido mais encorpado.

Use em situações informais, nada de casamento, reuniões com o chefe...

O mais importante, o comprimento da blusa, sempre cobrindo todo o bumbum e virilha, como marca muito o corpo, nunca combine a legging com tops curtos, fica mais confortável e evita constrangimentos.

A legging pode muito bem substituir a meia calça, e é uma ótima maneira para usar complementos mais curtos.

Use a legging com blusa compridinha, maxi pool, maxi cardigan, sobretudo, vestido...

No calçado, combine com rasteirinha, sapatilha, bota de salto baixo, coturnos, sleeper, oxford, para o dia, á noite pode abusar dos saltos.

Existe muitas variações de legging, e de materiais também, assim como lamê, latex, couro, vinil, poliester com elastano é o efeito wet, é uma legging brilhante, tem um ar oitentinha. Eviteu usar blusas com brilho e muito justinhas. Dê preferência a tecidos naturais para as blusas, como algodão, lã e peças amplas como paletós, cardigans, sueters e camisas alongadas. Sapatos pesados como meia pata dão charme ao visual.

 
 
Xadrez

O xadrez originou-se dos Tartans.

Os tartans foram criados na Escócia entre os séulos XVII e XVIII, era usado para identificar os clãs escôceses, um verdadeiro tartan consiste em perfeitos quadrados simétricos, muito diferente dos diversos tipos de xadrez de hoje em dia.

Nos Estados Unidos, foi um marco entre os lenhadores. Já nos anos 70, apareceu no movimento punk.

Na década de 90, resurgiu com o movimento grunge. Ele também circula entre os sertanejos e festas juninas, mas, ele já virou uma peça atemporal, um clássico, confeccionado em quase todas as peças do vestuário.

Como usar: você pode usar uma camisa xadrez com uma calça jeans e bota. Como é uma peça versátil, ela também combina com short, saia e até com leg, é só colocar com uma camisa mais compridinha e jogar um cinto por cima, para marcar o corpo.

Outra dica: use a camisa xadrez com uma regata lisa por baixo, deixe os primeiros botões abertinhos. Ou usá-la toda aberta com uma t-shirt, esse truque dá a ilusão de afunilar a silhueta. Se estiver com frio, fica muito charmoso colocar um cachecol, uma jaqueta ou até um colete.


 
 
Pulseirismo

Já ouviu falar em pulseirismo?

Nada mais é que, um monte de pulseiras juntas, uma mistura de estilos, cores, materiais e formas. É uma época que não pecamos pelo excesso, o maxi é moda.

Esse novo hit surgiu nos anos 90, são as pulseiras chamadas Shambala, elas foram reinventadas por uma joalheria dinamarquesa, com o mesmo nome da pulseira, foram inspiradas nos terços budistas, que significam a união do homem com todas energias cósmicas, simbolizadas pelo lugar sagrado, a Shamballa. Afastando todos os fluídos negativos, proteção.

Originalmente feitas de diamantes e pedras preciosas, os fabricantes adequaram os precinhos para a maiorias dos mortais, com bolas de vários materias: caveiras, strass,pérolas... interligadas por um fio, chamado de macramê.

Ficam lindas se forem usadas várias juntas, aqui ficam algumas inspirações.


 
 
Cardigan

-Como usar cardigan:

Com a chegada do friozinho, começamos a pensar em blusas, e o cardigan é uma ótima opção, pois além de ser prático, é confortável e protege do frio, ainda dá um ar moderno e estiloso ao look.

-Cardigan + saia:
Uma ótima idéia é lançar mão de um cardigan por cima de uma produção com saia, mais uma meia-calça e ficar linda.

-Cardigan + short:
Está de shortinho, e esfriou! Use um cardiganzinho já resolve e com estilo.

-Cardigan+vestido:
Coisa mais gracinha é colocar um cardigan em cima de vestidos, pode colocar também acessórios.

Cardigan+calça:
Muito confortável usar um cardigan e calça, não importa qual, uma calça cenoura, uma leg ou um jeans.

-Cardigan+cinto:
Uma produção qualquer por baixo, um cardigan e um cinto, pode deixá-lo aberto ou fechado, com a cintura marcada, fica um look super feminino.

-Cardigan+lenço:
Esfriou de vez?! Coloque mais charme com um lenço ou cachecol.

-Cardigan+maxi comprimento:
O comprimento maxi estão em alta nesse inverno, então abuse!!!

-Cardigan fechado+gola:
Use seu cardigan fechado com uma gola bacana por baixo.

Monte lindos looks com eles nesse inverno.



 
 
Caveiras

Conceito de rebeldia do punk e do rock, agora clássico da moda.

Nas mãos dos estilistas, Alexandre Mcquen desde que lançou e Alexandre Herchcovitc que sempre adorou usar caveiras em suas coleções, as caveirinhas tornaram-se fashions, item cada vez mais visto nas ruas, nos lenços, nas estampas de roupas e acessórios, mas agora elas vem mais amigáveis e até românticas, misturadas com coraçõezinhos não assustam mais ninguém.



 
 
Jaquetas

Como usar jaqueta de couro (ecológico):

Tudo começou na 1º guerra mundial, que se passou entre 1914 e 1918, nessa época os aviadores e os militares precisavam se proteger do frio e foi aí que surgiu a jaqueta "bomber".

Então nos anos 40, 50, estrelas da televisão como Jimmy Stewart, Gary Cooper e Harrison Ford começaram a utilizar as jaqueta bomber que desde estão se tornaram mais populares.

A jaqueta bomber é fechada com zíper e tem os punhos e a cintura mais ajustados, com punhos.

Já as jaquetas perfecto, um estilo de jaqueta que traz bolsos com zíperes de metal, cinto na cintura e outros diferenciais, foi lançado nos anos 20, mas só se popularizou depois que Marlon Brando usou em "O Selvagem", em 1953.

Atualmente não existem só jaquetas masculinas, a moda evoluiu também para o guarda roupa feminino, trazendo uma enorme variedade de modelos, cores e estilos.

Como usar: Hoje a matéria-prima de jaqueta que usamos é o couro sintético, mais maleável, com preço mais acessível e ecologicamente correto. Item quase básico no armário, não só das roqueiras, e dificilmente sairá de moda, e ainda esquenta bastante nos dias de frio.

É uma peça muito versátil, pode combiná-la com short e uma meia-calça fio 80, e uma camiseta cheia de estilo.

Pode usar com calça jeans, vale apostar em peças básicas ou com alguma coisa com cor, um cachecol, um calçado, uma blusa ou até a jaqueta, aí inverte, todo o restante do look básico e a jaqueta colorida.

Aposte no color blocking, misturando cores complementares em um mesmo look. Combine jaqueta laranja com blusa azul e um jeans escuro, ou jaqueta verde, blusa vermelha e calça preta...

Uma leg, uma blusa compridinha e a jaqueta.

Combinações com xadrez.

O visual fica super feminino usada por cima de saias e vestidos, inclusive os rendados.


 
 
Biquinis

O bikini ou biquini, nasceu na década de 40 e faz o maior sucesso por aqui, mas não foi inventado por um brasileiro e sim por um fracês Lous Réard, e foi batizado com o mesmo nome do pequeno atol de Bikini, banhado pelas águas do Pacífico onde os americanos fizeram uma série de testes atômicos.
Seu nascimento também foi bombástico, e em alguns países ele até foi proibido, as modelos da época se recusavam a pousar para fotos mostrando o umbigo, pois era ousado para os padrões da época.
Na década de 50 atrizes como Ava Gardner, Ursula Andress e Brigitte Bardot transgrediram regras, superaram medos, discriminações e usaram a peça no cinema.
Na década de 60, foi inventado o "topless", que não é necessário a parte de cima, mas não teve sucesso por aqui, embora bem-sucedido em praias europeias.
E o famoso fio dental que teve Monique Evans como musa inspiradora nos anos 80.
Aí o bikini foi evoluindo, surgiu a lycra, modelos como asa delta, cortininha, nos anos 90 , acessorios também foram complementando a produção, como saídas de praia, óculos de sol, chapéus, chinelos e sacolas.
Os bikinis evoluiram, nessa década, os tops vem equipados com bojos que deixam os seios muito bonitos como estivessem num soutien, os tomara-que-caia que também podem ser torcidos na frente e dão um charme extra.
É interessante a composição de cores diferentes entre a parte de cima e a parte debaixo. O top pode ser estampado, com a parte debaixo lisa e vice-versa ou a mescla de diferentes estampas com a mesma cor, chama-se composê, exemplo disso é a mistura xadrez com floral, coração com listra.
Os maios engana mamãe, que atrás são um bikini perfeito com uma estreita faixa na frente, estão com tudo nesse verão.
O Brasil com mais de 7 mil km de praias e muito sol, coloca o país na vanguarda desse segmento, sendo o maior produtor e consumidor desse tipo de produto.